Portal de Notícias Demonstrativo - Sua fonte de notícias na cidade de ...

Notícias Violência contra mulher

Homem é preso por perseguir e ameaçar ex-companheira por transferência de PIX

Ele também descumpriu medida protetiva e usou atestados falsos para não comparecer ao trabalho.

Homem é preso por perseguir e ameaçar ex-companheira por transferência de PIX
O homem foi encaminhado para um presídio militar. (Imagem: reprodução/ polícia civil)
Imagens
IMPRIMIR
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
enviando

Um soldado da aeronáutica de 19 anos foi preso, nesta segunda-feira (18), por ameçar uma mulher de 21 anos. Para encaminhar as mensagens ameaçadoras ele transfereriu poucos centavos para a vítima por meio de PIX. O crime ocorreu em Valparaiso de Goiás.

De acordo com as investigações da polícia civil, a vítima namorou com o homem por cerca de três meses. Logo, o autor se mostrou agressivo e ciumento, especialmente quando embriagado. O casal, então, teve um briga no mês de março, quando a vítima terminou o relacionamento. Em razão do término, o autor passou a praticar atos de perseguição contra a vítima, indo até a casa dela e mantendo contato com ela por meio de contas falsas do Instagram, já que seu perfil estava bloqueado pela vítima.

Depois de decretadas as medidas protetivas, autor e vítima voltaram a se falar e se encontrar. Até que houve uma nova briga e a vítima pôs novo fim ao relacionamento. Mais uma vez, o autor passou a praticar atos de perseguição contra a vítima (incluindo xingamentos e ameaças) tanto na porta da casa dela, quanto por meio de mensagens.

A vítima novamente bloqueou o autor de suas redes sociais, inclusive, mais de uma conta falsa do Instagram que o autor usava para importuná-la. Diante disso, o autor passou fazer transações financeiras de centavos para a conta da vítima, por meio de PIX, inserindo no texto da transação xingamentos e ameaças. O autor também ameaçou a vítima por meio de mensagem enviada para o namorado de uma amiga dela. Tais atos foram praticados na madrugada anterior à prisão.

A Polícia Militar tentou realizar a prisão do autor durante a madrugada, mas ele se evadiu. Pela manhã, a vítima compareceu à Deam para relatar esses novos fatos. Imediatamente, uma equipe policial empreendeu diligências em busca do autor, encontrando-o e realizando a prisão em flagrante.

O soldado vai resporder por crimes de perseguição qualificada pelo contexto de violência doméstica e familiar contra a mulher e descumprimento de medidas protetivas de urgência.

Comentários:

Veja também

Crie sua conta e confira as vantagens do Portal

Você pode ler matérias exclusivas, anunciar classificados e muito mais!