Portal de Notícias Demonstrativo - Sua fonte de notícias na cidade de ...

Notícias Mundo

Morre aos 53 anos Guilherme de Pádua, assassino de Daniella Perez

Guilherme de Pádua se tornou pastor após cumprir pena pela morte da atriz. Ele foi vítima de um infarto e foi tarde. e morreu em Belo Horizonte onde morava.

Morre aos 53 anos Guilherme de Pádua, assassino de Daniella Perez
Fotos divulgações: Agêncio O Globo/ Internet/Facebook
IMPRIMIR
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
enviando

O ex-ator e pastor Guilherme de Pádua, assassino confesso da atriz Daniella Perez, morreu, neste domingo (6), aos 53 anos, vítima de infarto, em Belo Horizonte. A informação foi confirmada pela Igreja Batista da Lagoinha, onde Guilherme compunha o time pastoral desde 2017.

“Com imenso pesar, a Igreja Batista da Lagoinha informa a morte do pastor Guilherme de Pádua, que nos deixou na noite deste domingo (6) após sofrer um infarto na residência que morar em Belo Horizonte”, informou o comunicado.

De acordo com a publicação, Pádua liderava o Ministério Recomeço, que atua dentro e fora dos presídios da capital mineira e região metropolitana. Antes disso, ele foi acolhido como ovelha e servia como voluntário nas mais diversas áreas, sempre lidando com os desprezados e marginlizados.

“A Igreja Batista da Lagoinha, desde o momento da conversão de Guilherme, abriu suas portas para ser, também, a sua casa. Guilherme pagou à justiça o que ela lhe impôs, como cremos que deve acontecer, e nós, como corpo de Cristo, nos posicionamentos para sermos para ele e tantos outros já condenados por crime diversos, aquilo que a Bíblia nos instrui: o lugar da nova chance que apenas Jesus pode dar ao que se arrepende”.

A informação foi revelada inicialmente pelo pastor-presidente da Igreja Batista da Lagoinha Márcio Valadão em uma publicação, posteriormente apagada, no Instagram. ( Confira abaixo)

“Agora, poucos minutos antes das 22h, eu recebi o telefonema de uma irmã falando de um dos nossos pastores que acabou de falecer. Aquilo foi para mim um impacto muito grande. Porque hoje, às 10 horas de manhã eu estava dirigindo o culto e ele estava ali, no primeiro banco, com a esposa”, explicou Valadão. “Mas, agora, quando estava lá embaixo para subir para fazer a live, chegou a notícia. Ele dentro de casa, agora, caiu e morreu. Morreu agora”, continuou.

 

Relembre o caso Daniella Perez

O crime cometido por Guilherme e que chocou o Brasil ocorreu na noite de 28 de dezembro de 1992. A atriz e bailarina foi morta por Guilherme e sua então esposa, Paula Thomaz. À época, Daniella e Guilherme contracenavam na novela “De corpo e alma”, da Rede Globo, escrita por Gloria Perez, mãe da atriz.

Daniella tinha deixado o estúdio no Rio, onde gravara cenas da produção, em seu carro, e foi seguida por Guilherme e Paula, dentro de um Santana. Horas mais tarde, Daniella foi encontrada morta num terreno baldio perto da Rua Cândido Portinari, na Barra da Tijuca, na Zona Oeste do Rio, com 16 perfurações no peito e no pescoço. Guilherme chegou a consolar Gloria Perez por telefone, mas o crime acabou descoberto.

 

Este ano, o crime pelo qual ele foi condenado foi transformado na série “Pacto Brutal: O assassinato de Daniella Perez”, da HBOMax. Dias após a estreia, em 2 de agosto deste ano o ex-ator gravou um vídeo pedindo perdão, pela primeira vez, a Gloria Perez e ao viúvo Raul Gazolla.

O ex-ator foi condenado a 19 anos de prisão. Mas, sete anos depois, em 1999, deixou o presídio, na época em condicional. Em liberdade, tornou-se pastor e atuante nas redes sociais.

— Muitas vezes eu declarei que era o maior sonho que eu tinha, poder pedir perdão paras pessoas que magoei — disse o ex-ator na gravação.

 

FONTE/CRÉDITOS: OGlobo/ CNNBrasil
Comentários:

Veja também

Crie sua conta e confira as vantagens do Portal

Você pode ler matérias exclusivas, anunciar classificados e muito mais!